Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]

BOM GARFO

Na minha cozinha... Simples e experimental... Colorida e divertida... Nascem sabores para degustar, para alegrar a família e os amigos... e para partilhar com quem seja Bom Garfo:)


Quarta-feira, 18.01.17

Queijadinhas de leite

IMG_7783.JPG

Estas queijadinhas são super simples e muito gulosas! Adoro!

Ficam sempre perfeitas, bonitas...

A primeira vez que as fiz foi no fim do século XX (1999/2000), hehe! E no século XXI ainda as faço! Sabem porquê? Porque tudo o que é bom se torna intemporal, perdurando no tempo! Hoje, estou inspirada... :)

IMG_7784.JPG

INGREDIENTES

Para metade da receita (faço sempre metade, pois rende imenso, cerca 20 queijadinhas...)

0,5 litro de leite

25 gr de manteiga

400 gr de açúcar

100 gr de farinha

4 ovos

raspa de meio  limão

manteiga e açúcar para untar a forma q.b.

Para a receita completa (que nem sei, mas dá algumas "valentes" dezenas de queijadinhas!):

1 litro de leite

50 gr de manteiga

800 gr de açúcar

200 gr de farinha

 8 ovos

 raspa de 1 limão

manteiga e açúcar para untar a forma q.b.

IMG_7782.JPG

PREPARAÇÂO

Leve ao lume o leite até levantar fervura.

Entretanto, aueça o forno a 200ºC. 

Num tachinho à parte, derreta a manteiga.

Numa tigela, junte o açúcar com a farinha e, então, adicione-lhes a manteiga derretida. Envolva.

De seguida, junte os ovos e por fim a raspa de limão. Misture tudo muito bem. Vá vertendo aos poucos o leite morno e mexa muito bem, para não ganhar grumos. A massa fica muito líquida.

Unte as forminhas com manteiga e polvilhe com açúcar.  Encha cada uma com a massa. 

Leve ao forno, num tabuleiro em banho-maria, por cerca de 40 minutos. Vai depender do forno de cada um e também se gosta delas mais clarinhas e moles (como pudim) - como estão nas fotos de cima -, ou se as prefere mais cozidas e estaladiças - como estão nas fotos de baixo....

IMG_7786.JPG

IMG_7787.JPG

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

por Bom Garfo

Segunda-feira, 16.01.17

Sopa de Natal

IMG_7911.JPG

Por acaso, foi na semana a seguir ao Natal que encontrei a receita desta sopa maravilhosa que não comia há 13 anos... desde o Natal de 2003, o último em que tive a alegria de contar com a presença da minha querida avó... que nos deixou um mês e meio depois... Que saudades! Da minha avó e da sopa! Desde 1980 (ainda eu nem sabia ler ou escrever) que esta sopa entrou para a nossa ementa de Natal e desde aí que a minha avó a passou a fazer religiosamente. E só a fazia mesmo no dia 24, para a Consoada. E a dita sopa ganhou assim um lugar de destaque na nossa mesa, porque ansiávamos por ela todo o ano. Virou tradição. Não tive tempo de escrever a receita e esta assim desapareceu... Encontrei-a em casa da minha avó e dos meus padrinhos, perdida nos confins de uma gaveta, há pouco tempo. Não descansei enquanto não a experimentei! E lá comprovei o que pensava: tratava-se realmente da nossa saudosa "sopa de Natal"... Mesmo!

Que sabor bom, que memórias fantásticas... e, de uma certa forma, sinto-me como se tivesse "recuperado" mais um bocadinho da minha avó!

Foi aprovadíssima pelas minhas três crianças, que nunca tinham tido o prazer de a saborear.  Agora, só mesmo em Dezembro é que a voltarei a fazer, para dar continuidade à nossa peculiar tradição.

Esta nossa sopa de Natal é, por assim dizer, uma sopa de Inverno, branca, bonita à vista, e rica. Na minha opinião, é uma excelente sopa para uma ocasião especial, uma festa... e não tanto para o dia-a-dia, até porque não é muito light... e acho-a tão deliciosa que não a quero vulgarizar. Pretendo restituir-lhe o "lugar" que era dela...

IMG_7913.JPG

 INGREDIENTES

3 nabos jeitosos

3 boas batatas

2 alhos franceses

1,5 litros de água

1 caldo knorr de galinha

75 gr de manteiga

2 gemas de ovo

1 pacotinho de natas (=200 ml)

sal q.b,

IMG_7912.JPG

PREPARAÇÃO

Leve uma panela a lume brando com as partes claras dos alhos franceses partidas em rodelas finas (reserve as partes mais escuras), os nabos partidos em pequenos cubos e a manteiga também partida em pedacinhos. Tape e deixe "alourar" por cerca de 3 minutos, até a manteiga estar completamente derretida e os legumes terem cor de que começaram a cozinhar. De seguida, junte as batatas (partidas em rodelas razoavelmente finas), misture bem e deixe cozinhar mais uns 2 minutos. Acrescente, então, a água e o caldo Knorr. Coza aproximadamente por 35 minutos. Depois, desligue o lume e passe a sopa com a varinha mágica.

À parte, bata numa tigela as gemas com as natas. E corte as partes verdes escuras dos alhos franceses (que tinham ficado reservadas) em fios finos, como se fosse a couve para o caldo verde.

Volte a ligar o lume à sopa e incorpore-lhe a mistura das gemas com as natas. Mexa bem. Rectifique o sal e adicione os fios de alho francês. Cozinhe até voltar a levantar fervura. Está pronta! 

NOTA: Se, por acaso, não tiver as partes verdes escuras dos alhos franceses, pode substituir por 200 ou 250 gr de espinafres cortados em tiras fininhas e alguns coentros, por exemplo. Também fica boa, embora a versão original, para mim, seja a melhor:)

Autoria e outros dados (tags, etc)

por Bom Garfo

Sexta-feira, 13.01.17

Minha carne de porco à portuguesa

unnamed (18).jpg

Bem, em primeiro... Bom ano de 2017!

Tenho andado um pouco ausente mas tive um problema com o computador e, infelizmente, perdi as fotografias todas que tinha tirado. Assim, para colocar as receitas ilustradas, só à medida que for cozinhando novamente os pratos...

Hoje, venho aqui registar uma receita com um sabor bem português. Carne de porco à portuguesa, feita à minha moda. 

É rápida e barata. Cá em casa todos gostam.

unnamed (20).jpg

INGREDIENTES (para 6 pessoas)

1,300 kg de bifanas de porco partidas em "cubos"

4 a 5 dentes de alho

1/2 pimento vermelho

1/2 pimento verde

2 colheres de sopa de massa de pimentão

1 boa cenoura

1 tomate (assim mais para o maduro)

1 cebola grandinha

1 mãozinha de pickles

azeite, vinho branco, pimenta e sal q.b.

oregãos, alecrim e coentros (ou salsa) q.b.

160 gr de azeitonas pretas

unnamed (21).jpg

PREPARAÇÃO

Refogar o alho picado e a cebola picada juntamente com os pimentos e o tomate partidos em cubos e a cenoura às rodelas finas, num fio de azeite. Acrescentar, a massa de pimentão, mexer. De seguida, então, colocar a carne e temperar de sal e pimenta. Deixar cozinhar até ganhar cor e regar com vinho branco.Polvilhar com alecrim e oregãos e cozinhar mais uns minutos até estar tenra.

À parte, partir pickles em pedaços médios/pequenos para uma travessa de servir e reservar.

Assim que a carne estiver pronta, retirar do lume e verter na travessa, por cima dos pickles. Salpicar com coentros (ou salsa) fescos picados e azeitonas.

Servir com batata frita aos cubos ou com arroz branco...

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

por Bom Garfo

Terça-feira, 01.11.16

Chess Pie de manteiga de amendoim

IMG_6984.JPG

IMG_6985.JPG

Mantendo a rota dos doces americanos...

Só vos digo, que tarte tão boaaaa! Apaixonei-me completamente à primeira garfada. E não fui só eu... Todos os membros da família se renderam (e lamberam)... Sempre tive uma certa "tara" pelos doces americanos. Quando aparecem em filmes e coisa e tal têm sempre tão bom aspecto... Depois, há anos, estive no Canadá (Toronto) e também babei com os bolinhos tão bonitos das vitrines de pastelaria...  No outro dia, estive a ver o filme "As serviçais" e aquela tarte da Minny ocupava um bom bocado do filme... Lembrei-me de pesquisar por ela e fui dar ao blog de "A Cozinha Coletiva", que eu já conhecia. E olhando para as tartes do blog, retirei algumas para experimentar. Esta foi a primeira e para mim deve ser quase imbatível!!!

Sim, experimentei dar-lhe um cunho meu, com a cobertura de chocolate... Ficou deliciosa, claro. Manteiga de amendoim e chocolate é uma combinação adorável. Mas se apenas fizerem a tarte sem cobertura vão deliciar-se igualmente, acreditem!

 

IMG_6982.JPG

P.S. - Desta vez, não fui prática e decidi fazer a massa de raiz e valeu bem a pena. Sempre pensei que fosse mais parecida com a de compra... Mas feita em casa é bem melhor. De qualquer modo, se quiserem, podem sempre substitui-la por um pacote de massa quebrada de compra.

IMG_6981.JPG

INGREDIENTES

Para a massa:

1 + 1/4 de chávena de farinha de trigo

1/2 colher de chá de sal

2 colheres de chá de açúcar

110 gr de manteiga gelada 

1/2 chávena de água gelada

Para o recheio:

1/2 chávena de manteiga sem sal, derretida e fria

2/3 chávena de manteiga de amendoim cremosa (aqui pus um pouquinho mais do que na receita original, em que dizia só 1/2)

4 ovos

1+1/2 chávena de açúcar fino para bolos

2 colheres de sopa de farinha maizena

1 colher de sopa de farinha de trigo

1 colher de sopa de vinagre de vinho branco

1 colher de sopa de essência de baunilha

Para a cobertura (opcional):

1/3 de tablete de chocolate negro de culinária (usei Nestlé)

1 colher de chá bem cheia de manteiga

natas q.b. para derreter o chocolate (aproximadamente menos de meio pacote)

 

IMG_6986.JPG

PREPARAÇÃO

Começamos por preparar a massa... Junte a farinha, o açúcar e o sal numa tigela suficientemente grande para poder usar as mãos à vontade. Adicione a manteiga gelada e partida em cubos pequeninos e vá amassando com a ponta dos dedos. Acrescente a água gelada e amasse rapidamente. Forme uma bola de massa e leve-a embrulhada em película aderente ao frigorífico por meia hora.

Depois desse tempo, estenda a massa com a ajuda de um rolo de massa enfarinhado, numa bancada enfarinhada até obter um círculo suficiente para forrar uma tarteira com ela. Apare os excessos em volta, com o auxílio de uma faca. Pique-lhe o fundo com um garfo e leve de volta ao frio. Pré-aqueça o forno a 200 Cº.

Faça o recheio... Misture a manteiga derretida com a de amendoim, com um fouet. Sem parar, acrescente os ovos, o açúcar, a farinha, a maizena, o vinagre e a baunilha até obter um creme homogéneo.

Recheie a massa que tirou do frigorífico e leve ao forno até o creme inchar e ganhar mais consistência.  Retire do forno e deixe arrefecer completamente (para acelerar pode colocar no frigorífico). Reserve.

Faça a cobertura (facultativa). Leve os quadrados de chocolate com as natas e a manteiga ao lume até derreter e ficar um creme aveludado de chocolate. Deixe arrefecer uns minutos e verta por cima da tarte. Volte a colocá-la no frio até ser quase hora de servir...

 

IMG_6988.JPG

* (Com mais tempo de frigorífico a cobertura fica mais consistente)

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

por Bom Garfo

Quinta-feira, 19.05.16

Finalmente encontrei!

IMG_7034.JPG

Finalmente, encontrei uns produtos que há muito procurava... e com uns preços acessíveis... Já posso fazer as minhas receitas de inspiração americana ( e não só) de forma mais genuína!!!!

- buttermilk

- xarope de acer

- melaço

- xarope de milho

Autoria e outros dados (tags, etc)

por Bom Garfo

Quinta-feira, 12.05.16

Torta de cenoura

IMG_7004.JPG

Torta de cenoura é um clássico. E isso não significa que "não está na moda", mas sim que é uma torta tão deliciosa que todas as gerações a costumam saborear com prazer. O mais certo é que daqui a 50 anos ainda se façam tortas de cenoura com bastante frequência... hehe!

Esta é a minha. A receita dá uma torta mediana, se quiserem uma maior, o melhor será aumentar mais metade da receita.

Se ainda não provaram ou não têm receita, esta é óptima. Doce, sem ser um exagero, e cremosa. As crianças costumam gostar bastante.

IMG_7002.JPG

 INGREDIENTES

4 ovos

300 ou 350 gr de açúcar

4 colheres de sopa de farinha com fermento (uso Branca de Neve)

500 gr de cenouras cruas e descascadas

1 laranja

açúcar e canela para polvilhar

IMG_7001.JPG

PREPARAÇÃO

Descasque e corte as cenouras em rodelas. Coza-as. Escorra-as e com a varinha mágica transforme-as em puré. Reserve.

À parte, bata os ovos com o açúcar. Adicione o puré de cenoura, o sumo e a raspa da laranja. Volte a bater. Por fim, acrescente a farinha e incorpore-a. Verta o preparado num tabuleiro untado com manteiga e forrado com papel vegetal e leve ao forno, a temperatura média (180 Cº). Vigie, mas é rápido. Retire a torta sem estar demasiado cozida, para que fique mais cremosa e seja também mais fácil de enrolar.

Costumo enrolá-la com a ajuda do próprio papel vegetal. Polvilhe o seu interior (=superfície da torta) com açúcar e canela e enrole, com ela ainda morna. Transfira para uma torteira e polvilhe com açúcar por cima.

IMG_7003.JPG

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

por Bom Garfo

Quarta-feira, 11.05.16

Alheira à Brás

IMG_7029.JPG

IMG_7033.JPG

 

Como sabem, adoro alheiras. Acho-as saborosas e prácticas. Quando era criança, costumava comê-las sempre da mesma forma: fritas, acompanhadas de grelos e batata cozida. Era assim que a minha avó transmontana as confeccionava. E essas eram sempre caseiras! Por aqui, nos restaurantes, a maioria das vezes encontramos alheiras fritas com batata frita e ovo estrelado... Mas existem mais um sem número de pratos que podemos fazer com elas, desde empadão a açorda... até alheira à brás!

Alheira à brás é um prato delicioso que serve bastantes pessoas e de forma económica... Esta receita dá, à vontade, para 4 pessoas. Dará até para 5 se não forem muito comilonas:)

IMG_7032.JPG

 INGREDIENTES

2 alheiras de caça

300 gr de batata palha

7 ovos grandes

um fio de azeite

um fio de leite

2 dentes de alho

1 cebola grandinha

sal e pimenta q.b.

coentros frescos q.b.

IMG_7030.JPG

 

PREPARAÇÃO

Bata os ovos com um fio de leite e tempere-os com sal, pimenta e bastantes coentros picados. Reserve.

Numa frigideira grande, leve ao lume, num fio de azeite, os alhos picados e a cebola cortada em meias luas. Deixe semi-alourar e acrescente as alheiras sem pele e partidas em pedaços. Frite um pouco. Com a ajuda de uma colher ou garfo de pau, vá esmigalhando as alheiras. Acrescente, aos poucos, a batata palha e envolva tudo muito bem. Cozinhe mais uns minutos, até a batata começar a amaciar. Depois, adicione os ovos e mexa.  Quando os ovos estiverem cozidos (mas sem ser em demasia, para que o preparado se mantenha macio e sem ser demasiado seco), apague o lume e polvilhe com mais coentros picados e com algumas azeitonas pretas.

Sirva com salada a acompanhar.

NOTA: Usei apenas 2 alheiras para que não ficasse com um sabor demasiado forte e enjoativo. Mas se quiser, pode fazer com 3 alheiras, mas aí aconselharia a juntar pelo menos mais um ovo (=8 ovos).

Autoria e outros dados (tags, etc)

por Bom Garfo

Terça-feira, 10.05.16

Vitela estufada com cogumelos

IMG_3780.JPG

Esta é uma carne estufada à minha maneira, muito simples... Os cogumelos, além de saborosos, também ajudam a tornar o prato mais económico. Tem um molho com uma certa consistência e de paladar apuradinho. E como na maioria dos estufados, o segredo é deixá-la cozinhar por um bom tempo, até ficar super macia, quase a desfazer-se na boca...  

IMG_3776.JPG

INGREDIENTES

1 kg de carne de vitela partida aos cubos

2 latas de cogumelos laminados

4 dentes de alho

1 cebola

1 pacote de polpa de tomate (cerca de 200 ml)

1 cenoura grandinha (facultativo)

azeite e vinho branco q.b.

sal e pimenta q.b.

manjericão (especiaria) q. b.

Coentros frescos q.b.

IMG_3775.JPG

PREPARAÇÃO

Pique os alhos e a cebola (e se optar por usar a cenoura, corte-a em rodelas). Leve-os ao lume, com um fio de azeite, a alourar. Acrescente a carne e o tempero de sal e pimenta e deixe-a ganhar cor. Adicione, depois, a água, que quase deve cobrir a carne (mas sem a cobrir completamente, para que o molho depois não fique demasiado aguado). Junte a polpa de tomate e cozinhe por 30 minutos. De seguida, tempere com manjericão e acrescente os cogumelos e cozinhe por mais outros 30 minutos, sempre com tampa e em lume médio. O molho deve ficar com alguma consistência, sem ser muito líquido.  

Cozinhe a carne até ficar mesmo macia, às vezes depende da sua qualidade.Polvilhe com coentros picados.

Sirva com puré de batata ou arroz branco e salada. 

IMG_3778.JPG

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

por Bom Garfo

Segunda-feira, 09.05.16

Almôndegas à italiana

IMG_4708.JPG

IMG_4710.JPG

Uma variante das almôndegas tradicionais com molho de tomate... Estas são recheadas e tanto podem ser feitas no forno como fritas na frigideira... 

IMG_4709.JPG

IMG_4707.JPG

INGREDIENTES

500 gr de carne de vaca picada

1/3 de chávena (de chá) de pão ralado

1 cebola

3 dentes de alho

1 ovo

cubos de mozarela q.b.

mozarela ralado q.b.

fio de azeite

sal e pimenta q.b.

salsa q.b.

IMG_4698.JPG

PREPARAÇÃO

Pique os alhos, a cebola e a salsa. Misture-os na carne picada. Acrescente o pão ralado e depois o ovo. Misture tudo muito bem. Se a achar um pouco seca, pode adicionar um fio de azeite. Tempere a gosto, com sal e pimenta. Quando o preparado estiver bem homogéneo, comece a moldar pequenas bolas com a mão. Em cada uma coloque um cubo de mozarela e mais alguns pedacinhos de queijo ralado. Com a mão, cubra a bola com a carne, deixando assim a mozarela no seu interior.

Depois, unte com manteiga (ou com spray de óleo para bolos) um pirex de ir ao forno. Disponha as almôndegas ordenadamente. Leve-as ao forno. Tenha o cuidado de as virar algumas vezes, para que assem uniformemente. Assim que estiverem douradinhas e lhe parecerem cozinhadas, estão prontas!

São muito simples. 

Acompanhei com esparguete de tomate e espinafre.

* NOTA: Se quiser, pode optar por fritá-las em azeite em vez de as levar ao forno.

IMG_4696.JPG

IMG_4697.JPG

IMG_4702.JPG

Autoria e outros dados (tags, etc)

por Bom Garfo

Quarta-feira, 04.05.16

Bolo simples de citrinos

IMG_6875.JPG

Esta é a receita de um bolo simples, rápido com uma massa muito fofa e super saborosa. Satisfaz qualquer desejo por doces.

Maravilhoso para acompanhar um café ou chá... Viciante para fazer companhia numa noite fresca de maratona de filmes de tv...

IMG_6876.JPG

INGREDIENTES

4 ovos

225 gr de açúcar

225 gr de manteiga amolecida

raspa de meio limão

raspa de uma laranja grande

265 gr de farinha de trigo

1 colher de chá de fermento

190 ml de leite (natural)

1 colher de chá de essência de baunilha 

IMG_6873.JPG

 PREPARAÇÃO

Bater os ovos com o açúcar. Acrescentar a manteiga derretida. Misture. Junte a raspa de limão, a raspa da laranja, a farinha e o fermento aos poucos.  Adicione a essência de baunilha. Bata, mas não em demasia, apenas para envolver bem. Adicione o leite (natural), incorpore tudo. 

Verta na forma previamente untada com manteiga e forrada com papel vegetal e leve ao forno, a cerca de 180º C.

Quando estiver douradinho (faça o teste do palito), retire do lume.

Desenforme. Espere arrefecer.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

por Bom Garfo

Quinta-feira, 28.04.16

Minha versão de Butterscotch Pie

IMG_6974.JPG

Depois dos belos brownies de chocolate e caramelo, seguimos na rota dos doces norte-americanos e na trilha do caramelo. Esta é uma tarte de caramelo, como dita o Sul dos EUA. Típica. Clássica. E é mesmo boa. "Aldrabei" um pouco a receita, à minha maneira, mas não no principal. Então, em vez de fazer a massa de raiz, usei massa de compra (estava com pressa) e no fim, não acompanhei com chantilly porque não tinha... lembrei-me e aproveitei as claras da tarte para fazer um bonito merengue... O recheio - que é o principal - foi seguidinho à letra! O resultado? Muito bom!

IMG_6970.JPG

 

IMG_6973.JPG

INGREDIENTES

Para a massa:

1 massa quebrada de compra

Para o recheio:

1/3 de chávena de farinha maizena (amido de milho)
1/4 de colher de chá de sal
1/2 chávena de natas (cerca de 1 pacote)
5 gemas 
120 gr de manteiga
1 chávena de açúcar mascavado
2 chávenas de leite
1,5 colher de chá de essência de baunilha (ou extracto)
Para o merengue:
5 claras
8 colheres de sopa de açúcar (ou a gosto)

IMG_6972.JPG

 

IMG_6971.JPG

PREPARAÇÃO

Comece por forrar uma tarteira com a massa quebrada de compra. Fure-lhe o fundo com um garfo e leve ao forno pré-aquecido a 180Cº por 15 minutos. Retire e deixe arrefecer.

Entretanto, prepare o recheio.

Misture a maizena com o sal e as natas. Mexa. Adicione as gemas e volte a misturar bem. Aguarde.

À parte, leve a manteiga com o açúcar ao lume até derreterem e ficarem dissolvidos, sem parar de mexer. Depois, deixe ferver cerca de 5 minutos sem mexer. De seguida, acrescente com cuidado o leite (temperatura natural) e mexa até o caramelo se dissolver por completo. Então, junte a mistura da maizena e - mais uma vez - sem parar de mexer (para não fazer grumos), espere que o creme engrosse. Quando alcançar esse ponto, retire do lume, adicione a baunilha e incorpore-a. 

Recheie a tarte com a massa fria e leve ao frio pelo menos duas horas.

Bata as claras em castelo e vá adicionando colheres de açúcar a gosto até obter um bonito merengue. Cubra o topo da tarte com o merengue e leve ao forno ou ao microondas a tostar o merengue. Volte a colocar no frio e sirva...

IMG_6975.JPG

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

por Bom Garfo

Terça-feira, 26.04.16

Creme de milho (para acompanhar carne)

Há muito tempo que tinha vontade de fazer creme de milho mas ainda não se tinha propiciado. Pois, propiciou! Tinha comprado uns peitos de frango para desfiar mas o senhor do talho cortou-os como para strogonof e renderam pouco. Cozinhei-os com pimentos, cebola, cenoura... Fiz arroz branco. Mas para dar mais graça ao prato e para ajudar a encher sem ser com tanto arroz, lembrei-me e lá fiz o tal creme de milho. Eu, o marido e o filhote gostámos mas as filhotas franziram o nariz... É simples, rápido e funciona como um puré mais cremoso de milho...

IMG_6979.JPG

INGREDIENTES

1 lata de milho

1 + 1/2 medida da lata em leite

1 medida da lata em natas

1 cebola média

1,5 colher de sopa de manteiga

3 colheres de sopa de farinha de trigo

1 colher de chá de manteiga

1 caldo Knorr de legumes

IMG_6978.JPG

PREPARAÇÃO

Levar ao liquidificador o milho e o leite. Reservar.

Dourar em 1,5 colher de sopa de manteiga a cebola picada e o caldo Knorr de legumes. Adicionar a farinha e mexer até quase estar para queimar. Depois, acrescentar o milho com o leite, mexer bem. Juntar as natas e continuar a mexer até obter um creminho incorpado. Por último, acrescente a colher de chá de manteiga e misture, para ficar mais brilhante.

Sirva como acompanhamento, preferencialmente para carnes.

IMG_6977.JPG

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

por Bom Garfo

Quinta-feira, 21.04.16

Brownies de chocolate e caramelo

IMG_6510.JPG

IMG_6511.JPG

O fim de semana começa a aproximar-se e fica aqui uma sugestão gulosa para o bolinho de sábado ou domingo... Calórico a combinar com este tempo frio e molhado que pouco parece Primavera... Quando vi esta receita no "Prato do Dia" tive que fazê-la! Babei a olhar para a TV. Sabor intenso a chocolate, caramelo derretido, crocante de avelãs... Quem consegue resistir? Confesso, não consegui:)

IMG_6508.JPG

INGREDIENTES

Para o bolo:

220 gr de manteiga sem sal

350 gr de chocolate negro (usei tablete de chocolate para culinária da Nestlé)

4 ovos grandes

270 gr de açúcar

150 gr de farinha de trigo

1 pitada de sal 

1 colher de chá de essência (ou extracto) de baunilha

Para o caramelo:

80 ml de natas

400 gr de caramelos (tipo nata)

1 pitada de sal

Para polvilhar:

avelã grosseiramente picada q.b.

IMG_6507.JPG

PREPARAÇÃO

Pré-aqueça o forno a 180 Cº e unte um tabuleiro com manteiga ou com o spray para bolos. Forre-o com papel vegetal e volte a untar.

Vamos começar por fazer o bolo... Derreta a manteiga sem sal e o chocolate. Depois de meio arrefecido, verta para uma tigela, onde vai também acrescentar os ovos e bater. Adicione o açúcar. Bata. Junte a farinha. Depois, a pitada de sal e a baunilha. Volte a mexer tudo. Verta metade do preparado e leve ao forno por 20 minutos (mais coisa menos coisa).

Entretanto, faça o caramelo... Leve num tacho, ao lume, as natas e os caramelos. acrescente a pitada de sal e deixe derreter.

Pelo meio, retire o tabuleiro do forno e deixe arrefecer. De seguida, verta o caramelo para cima da base de bolo (ainda na forma), polvilhe com avelãs picadas e adicione a restante massa de chocolate por cima. Polvilhe com a restante avelã picada. Volte a levar ao forno mais 20 minutos. Deixe arrefecer antes de cortar.

O caramelo fico um pouco elástico. Come-se melhor frio do que morno...

IMG_6501.JPG

 

IMG_6503.JPG

IMG_6499.JPGIMG_6500.JPG

IMG_6504.JPGIMG_6506.JPG

IMG_6509.JPG

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

por Bom Garfo

Quarta-feira, 20.04.16

Salada de salmão e batata

IMG_6467.JPG

Receita adaptada de Mary Berry. Esta salada é deliciosa, original e suficientemente vistosa até para servir numa reunião familiar ou de amigos. Tanto pode ser prato principal como uma espécie de entrada (mediante a quantidade).

Cá em casa voa depressinha...

IMG_6470.JPG

INGREDIENTES

Para a salada:

800 gr de lombos de salmão

1kg de batatinhas novas (pequenas)

6 rabanetes

1 talo grandinho de aipo

3 alhos franceses

1 limão

sal e aneto q.b.

Para o molho:

1 gema

3 colheres de sopa de mostarda dijon

3 colheres de sopa de vinagre de vinho branco

6 colheres de sopa de azeite

1 colher de sopa de açúcar fino branco

sal e pimenta q.b.

cebolinho e coentros frescos q.b.

* Se achar que é pouco molho ou que este é muito forte, adicione algumas colheres a gosto de maionese de compra

IMG_6462.JPG

IMG_6463.JPG

 

PREPARAÇÃO

Comece por colocar o salmão (temperado com sumo de limão, sal e aneto), embrulhado em papel de alumínio, no forno por 20 minutos a 160cº.

À parte, corte cada batatinha em 4 e leve-as a cozer em água fervente temperada com sal.

Corte os alhos franceses e os rabanetes em rodelas. Pique mais ou menos grosseiramente o aipo. 

Quando as batatas estiverem quase prontas, junte-lhes na água metade dos legumes (à excepção dos rabanetes). Os restantes reserve. Ainda "al dente" (rijinhas mas cozidas), retire as batatas do lume. Escorra bem e coloque numa taça, acompanhadas dos alhos franceses, rabanetes e aipo (todos). Deixe arrefecer. Entretanto, o salmão também deve estar pronto a sair do forno e ser desembrulhado.

Faça o molho: bata a mostarda, a gema de ovo, o vinagre e o açúcar. Prove e tempere com sal e pimenta e depois vá acrescentando azeite em fio. No fim, adicione coentros picados. (Se achar pouco ou muito forte, pode acrescentar umas colheres a gosto de maionese de compra e misturar bem).

Envolva a mistura de batata neste molho. 

Parta o salmão em cubos ou desfaça-o em lascas e coloque-o por cima.

Está pronto!

SUGESTÃO para uma ocasião mais especial: Acrescente alguns camarões no topo, como adorno.

IMG_6466.JPG

IMG_6469.JPG

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

por Bom Garfo

Segunda-feira, 18.04.16

Bolo de côco e ananás

IMG_6489.JPG

Hum... Adorei este bolinho! Tão macio quanto um pudim... Docinho, fresco, tropical... A receita original é do Rudolph Van Veen mas fiz-lhe algumas alterações.

A única coisa que mudaria seria retirar as amêndoas. Ficam, visualmente, muito apelativas e deixam o bolo mais requintado à vista mas o sabor simples é mais agradável, na minha humilde opinião.

Se gostam de côco e de ananás devem mesmo experimentar!

IMG_6490.JPG

 INGREDIENTES

2 ovos

1/3 de chávena de farinha

1 chávena de açúcar

1 chávena de côco ralado

1 naco grande de ananás fresco cortado em cubos

130 gr de manteiga 

1 chávena de leite

amêndoas laminadas q.b. para polvilhar (facultativo)

1 ginga cristalizada para enfeitar (facultativo)

compota de alperce q.b. (para pincelar e finalizar o bolo)

IMG_6495.JPG

IMG_6488.JPG

 PREPARAÇÃO

Mistura-se o açúcar e o côco numa tigela, com as mãos. Acrescenta-se a farinha.

À parte, aquece-se no lume o leite e a manteiga, até dissolver. 

Juntamos os ovos, ao leite já meio arrefecido e mexemos. Acrescentamos os ingredientes secos (farinha, côco, açúcar) e batemos. Adicionamos o ananás e envolvemos bem.

Vertemos este preparado numa forma untada com manteiga (ou spray) e forrada com papel vegetal e levamos ao forno. Se quiser fazer o bolo com as amêndoas, então, é agora que as acrescenta por cima da massa. Elas irão ao forno também.

Quando estiver cozido, retire do forno, deixe arrefecer um pouco e desenforme.

Leve 2 colheres de sopa de geleia de alperce com um pouco de água ao lume até aquecer e dissolver razoavelmente a geleia. Mexa bem para ajudar no processo. Por último, pincele o bolo com a geleia e enfeite com a ginja. 

Sirva com uma ou duas boas colheres de chantilly e delicie-se!

IMG_6487.JPG

IMG_6483.JPG

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

por Bom Garfo

Segunda-feira, 18.04.16

Bolo colchão de noiva

IMG_6898.JPG

Ora aqui está uma receita que é um clássico.

Sempre ouvi falar neste bolo. A minha tia dizia sempre que este era o único bolo que o meu tio - que não aprecia doces - comia. Segundo ela, era um bolo muito fôfo, leve e com creme.

Tenho ideia de que no Norte o fazem mais que no sul, mas posso estar enganada.

Bem, experimentei fazê-lo e os miúdos gostaram muito. Devia ter ficado um pouco no frigorífico para o creme solidificar um pouco mais, mas as crianças estavam tão impacientes que não consegui.

IMG_6895.JPG

IMG_6892.JPG

INGREDIENTES

Para o bolo: 

6 ovos

250 gr de açúcar

100 gr de fécula de batata

1 colher de sopa de farinha de trigo

1 colher de chá de fermento

umas gotinhas de sumo de limão (se gostarem, ponham sumo de 1/2 limão)

Para o creme:

3 gemas

150 gr de açúcar

3 colheres de sopa de farinha maizena (ou amido de milho)

1 colher de café de essência de baunilha

500 ml de leite

côco ralado q. b. para polvilhar (facultativo)

IMG_6888.JPG

IMG_6890.JPG

PREPARAÇÃO

Começar por fazer o bolo...

Bata as claras em castelo e depois vá adicionando aos poucos, e gentilmente, a farinha misturada com fermento, açúcar e a fécula de batata. De seguida, acrescente o sumo de limão e as gemas previamente batidas.

Leve ao forno, a 180cº, numa forma untada e forrada com papel vegetal.

Quando estiver cozido, desenforme e deixe arrefecer por completo.

Entretanto, prepare o creme...

Dissolva bem a maizena em leite frio. Junte o açúcar, mexa e leve ao lume até engrossar.

À parte, bata as gemas com a baunilha e junte-as ao preparado do leite. Não pare de mexer para que não cozam. Continue a cozinhar o creme no lume até engrossar um pouco mais. Por fim, retire do lume e deixe arrefecer.

Parta o bolo ao meio e recheie com metade do creme. Tape com a outra metade.

Finalmente, cubra todo o bolo com o restante creme e leve ao frio.

NOTA: Há quem o polvilhe com côco ralado para finalizar, optei por não o fazer porque os meus filhos não gostam de côco.

 

IMG_6891.JPG

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

por Bom Garfo

Sexta-feira, 15.04.16

Bolo de galão

IMG_6922.JPG

 

Há uns tempos atrás deparei-me com receitas de bolo de galão. Mas a maioria levava demasiada farinha. Então, agarrei na ideia do "galão" e adaptei-a. Resultou neste bolo maravilhoso, super fofinho, macio e tão bem cheiroso... Cá em casa ficou super aprovado. Tornou-se um bolo que vai para as receitas da família. Simples mas guloso...

IMG_6921.JPG

INGREDIENTES

4 ovos

225 gr de açúcar

225 gr de manteiga amolecida

265 gr de farinha de trigo

1 colher de chá bem cheia de canela

1 colher de chá de fermento

200 ml de galão escuro (leite com café forte)

1 colher de chá de essência de baunilha 

IMG_6920.JPG

PREPARAÇÃO

Bater os ovos com o açúcar. Acrescentar a manteiga derretida. Misture. Junte a canela, a farinha e o fermento aos poucos.  Adicione a essência de baunilha. Bata, mas não em demasia, apenas para envolver bem. Adicione o galão (=leite com café), incorpore tudo. 

Verta na forma previamente untada com manteiga e forrada com papel vegetal e leve ao forno, a cerca de 180º C.

Quando estiver douradinho (faça o teste do palito), retire do lume.

Desenforme. Hum, tem um cheirinho!!!!!

IMG_6918.JPG

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

por Bom Garfo

Domingo, 03.04.16

Tarte de leite condensado

IMG_6884.JPG

Uma tarte simples, docinha e bonita. Esta tarte fica muito altinha, como gostamos!

IMG_6887.JPG

INGREDIENTES

1 pacote de bolacha maria

160 gr de manteiga 

6 ovos

1, 5 lata de leite condensado cozido

* Se quiser, adicione o sumo de meio limão ou a raspa

IMG_6883.JPG

 

IMG_6886.JPG

PREPARAÇÃO

Pique as bolachas. Reserve. Leve a manteiga a lume brando para derreter. Verta a manteiga nas bolachas, amasse bem e forre com este preparado o fundo de uma tarteira.

Agora que já tem a base pronta, prepare o recheio.

Misture as gemas e o leite condensado. Bata as claras em castelo. (Adicione o sumo ou a raspa de limão, se assim optar). Envolva as claras na mistura do leite condensado.

Verta na forma, por cima da base de bolacha e leve ao forno médio, até dourar e deixar de estar líquida.

Bom apetite!

IMG_6885.JPG

Autoria e outros dados (tags, etc)

por Bom Garfo

Sábado, 02.04.16

Bolo de limão

IMG_6877.JPG

 

Estou completamente viciada neste simples bolinho de limão! Tão bommmm! Assim simples e muito fofo... ou com lemon curd por cima... hummmm!

IMG_6874.JPG

 

INGREDIENTES

4 ovos

225 gr de açúcar

225 gr de manteiga amolecida

raspa de meio ou de 1 limão (conforme o seu gosto)

265 gr de farinha de trigo

1 colher de chá de fermento

190 ml de leite (natural)

**** creme de "lemon curd" qb. (consultar receita aqui no blog)

IMG_6873.JPG

 

PREPARAÇÃO

Bater os ovos com o açúcar. Acrescentar a manteiga derretida. Misture. Junte a raspa de limão, a farinha e o fermento aos poucos. Bata, mas não em demasia, apenas para envolver bem. Adicione o leite (natural), incorpore tudo. 

Verta na forma previamente untada com manteiga e forrada com papel vegetal e leve ao forno, a cerca de 180º C.

Quando estiver douradinho (faça o teste do palito), retire do lume.

Desenforme. Espere arrefecer.

Sirva acompanhado com "lemon curd" (receita aqui  http://bomgarfo.blogs.sapo.pt/lemon-curd-45450 ). Se quiser, pode partir o bolo ao meio e rechea-lo  e cobri-lo ou apenas cobri-lo... ou, fazer como eu fiz: levei o lemon curd numa taça e verti belas colheradas por cima das fatias...

Hummmmmm.... Tão bom!!!! Irresistível!

Autoria e outros dados (tags, etc)

por Bom Garfo

Sábado, 02.04.16

Lemon Curd

IMG_6871.JPG

Fartinha de ouvir falar em "lemon curd"... Vai daí, decidi fazer! Afinal, é um clássico, intemporal e com as mais diversas utilidades. 

Só vos digo, é delicioso: ácido, doce, profundo... 

Serve para rechear e cobrir bolos e tortas, para acrescentar a um simples iogurte ou para colocar por cima de gelado...

IMG_6872.JPG

INGREDIENTES

2 ovos

2 gemas

raspa de 1 limão

1/2 chávena de sumo de limão (aproximadamente 150 ml)

1 chávena de açúcar

1 colher de chá de essência de baunilha

120 gr de manteiga partida em cubos

IMG_6870.JPG

PREPARAÇÃO

Leve as raspas e o sumo de limão com o açúcar ao lume. Deixe ferver.

À parte, bata os ovos numa tigelinha e reserve.

Quando os limões já ferverem (é mais ou menos quando obtiver um líquido translúcido amarelado), apague o lume. Verta metade desse preparado nos ovos e mexa bem. De seguida, volte a juntar tudo na panelinha e ligue o lume (brando). Não pare de mexer até engrossar. A mim, levou-me cerca de 3 a 4 minutos. Adicione a baunilha e a manteiga aos poucos. Vá incorporando muito bem. Tire do lume e deixe arrefecer.

Se quiser, pode colocar num frasco ou recipiente com tampa e guardar no frigorífico. Aguenta uns 4 dias com toda a garantia.

Ficou lindo, brilhante, amarelinho e super delicioso!

Autoria e outros dados (tags, etc)

por Bom Garfo

Bons Garfos que me visitaram

Hit Counters
HTML Hit Counter


Mais sobre mim

foto do autor


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

Pesquisar no Blog  

Top blogs de receitas


Bons Garfos que fiz

  •  
  • APRESENTAÇÃO DA MINHA COZINHA...

  •  
  • Bolos

  •  
  • Bolos de tabuleiro

  •  
  • Doces de colher

  •  
  • Outros Doces

  •  
  • Quiches & Similares

  •  
  • Saladas

  •  
  • Entradas & Petiscos

  •  
  • Sopas

  •  
  • Carnes

  •  
  • Peixes

  •  
  • Mariscos

  •  
  • Moluscos

  •  
  • Outros pratos

  •  
  •  
  • Acompanhamentos

  •  
  • Receitas + saudáveis (menos calóricas)

  •  
  • Idéias Rápidas

  •  
  • Sugestões de decoração

  •  
  • Curiosidades sobre...

  •  
  • Para meter o garfo e a colher...

  •  
  •  
  •  
  •  
  • OUTRAS COZINHAS QUE VISITO

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  • MAIS SOBRE MIM (PINTURA)



    Bons garfos cá por casa


    My Stick Family from WiddlyTinks.com