Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]

BOM GARFO

Na minha cozinha... Simples e experimental... Colorida e divertida... Nascem sabores para degustar, para alegrar a família e os amigos... e para partilhar com quem seja Bom Garfo:)


Segunda-feira, 06.02.17

Jardineira de frango

IMG_7962.JPG

 Guisados são comidas de conforto e muito aconchegantes nesta época do ano, mais fria. Tendo em conta que muitas das comidas que estão "na moda" levam molhos de natas e coisas assim, até considero uma carne à jardineira algo bastante saudável. 

A mais comum, é feita com carne de vaca, mas pode confeccionar-se com o que quisermos e, pessoalmente, acho que fica muito bem com frango, além de se tornar até um pouco mais leve.

Então, aqui fica a receita da minha carne de frango à jardineira que rende uma panela grande...

IMG_7963.JPG

INGREDIENTES

6 peitos de frango médios

1 chouriço de carne corrente

4 cenouras

400 gr de ervilhas (= 1 pacote, usei Iglo)

1 cebola

3 dentes de alho

batatas a gosto (usei umas 8 ou 9)

200 ml de polpa de tomate (= 1 pacote pequeno)

sal e coentros q.b.

2 colheres de sopa de vinho branco

azeite q.b.

IMG_7967.JPG

 PREPARAÇÃO

Pode cozer os peitos de frango à parte ou grelhá-los. Desta vez, optei por alourá-los num grelhador com um fio de azeite (pouco), temperados com sal. Enquanto eles iam alourando, fui cortando os outros igredientes...

Piquei a cebola e os alhos e cortei as cenouras em rodelas finas. Levei-os a alourar em azeite na panela onde cozinhei todo o guisado. Descasquei as batatas e cortei-as em cubos. Acrescentei-as à panela, mexi e deixei cozinhar assim uns 5 minutos. Depois, acrescentei o vinho branco e cozinhei mais uns 3 ou 4 minutos. Temperei com sal (não precisa de muito, pois vai levar o chouriço que já é um alimento salgado e o frango que também esteve a cozinhar com tempero) e adicionei a polpa de tomate. Juntei as ervilhas e cobri com água, apenas até chegar ao topo dos alimentos. Tapei e deixei a cozinhar. Cortei o chouriço às rodelas finas e adicionei-o. Entretanto, o frango ficou praticamente cozinhado. Retirei-o do lume e cortei-o em cubos. Reservei. Quando as batatas já estavam quase cozidas, introduzi os cubos de frango. Mexi bem. Deixei apurar até ver que as batatas estavam no "ponto", ou seja cozidas mas inteirinhas, sem estarem empapadas. Polvilhei com coentros.

Jardineira pronta a servir!

 

NOTA: Costumo adicionar feijão verde cortado em pedaços, mas desta vez não o tinha em casa... Mas fica a dica.

IMG_7966.JPG

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

por Bom Garfo

Sexta-feira, 03.02.17

Pão com farinheira

IMG_7936.JPG

Esta também é uma receita de pão recheado mas diferente daquelas de pão alentejano, em que se abre uma tampa... Apesar disso, a base do recheio é semelhante, embora altere em quantidades (aqui precisa de menos) e agora usei farinheira em vez de linguiça. É super delicioso e serve igualmente como entrada para um almoço ou jantar ou, então, como um simples petisco ou lanchinho.

Na verdade, este pão da foto, foi gulosamente comido na minha casa numa tarde fria de um domingo deste novo ano de 2017! Daqueles em que nem dá vontade de sair, apenas de ficar enroscadinhos em mantas em frente à TV. E soube-nos tão bem!!!!

Em 20 minutos estava pronto... Só para que vejam, fi-lo num intervalo da série a que estavamos a assistir:)

IMG_7937.JPG

 INGREDIENTES

1 pão grande da avó

1 farinheira de boa qualidade

1 bom dente de alho

1 cebola pequena picada

50 gr de queijo emmentall ralado

150 gr de queijo mozzarella ralado

2 colheres de sopa de maionese

1 colher de sopa de natas

sumo de meio limão

manjericão e orégãos q.b. (especiarias)

um raminho de coentros frescos picados

 

PREPARAÇÃO

Comece por cortar o pão em linhas diagonais num sentido e depois corte novamente no sentido inverso por forma a obter uma espécie de quadrícula, com o cuidado de não cortar até ao fundo completamente. A ideia é ficar com uma espécie de cubos agarrados à base do pão. Reserve.

Numa frigideira leve um fio (muito pequeno) de azeite ao lume com o alho e a cebola picados finamente. Quando começarem a alourar, acrescente a farinheira (com a pele retirada previamente) e partida em pedaços pequeninos. Mexa e cozinhe até a farinheira começar a ficar desfeita, assim com um aspecto mais empapado. Junte a maionese, o manjericão e os orégãos e envolva tudo muito bem. Acrescente os queijos e quando estes estiverem quase completamente derretidos acrescente as natas e o sumo de limão e volte a envolver todo o preparado. Rectifique o tempero e adicione bastantes coentros frescos picados. Retire do lume e verta este preparado com cuidado por cima do pão, ajudando com um garfo ou faca a que ele se vá entranhando no pão, escorrendo para dentro das linhas dos quadrados. Leve o pão recheado ao forno por 10 minutos, até ficar mais dourado.

Coma e delicie-se!

Autoria e outros dados (tags, etc)

por Bom Garfo

Quinta-feira, 02.02.17

Pão recheado com linguiça

unnamed (41).jpg

Bem, este pão recheado é um pecado! Um verdadeiro deleite para a gula... Um crime para a dieta, é verdade... Mas, de vez em quando, sabe bem cometer estes desvios! E, apesar de me saber sempre bem todo o ano, acho que é perfeito para dias frios de Inverno... Hum, é tão aconchegante!

unnamed (42).jpg

INGREDIENTES
1 bom pão alentejano ou de Rio Maior

3 linguiças

5 colheres de sopa de maionese

150 gr de queijo mozzarella ralado

150 gr de queijo emmental

1 boa cebola (ou 2 pequenas)

1a 2 dentes de alho

100 ml de béchamel (para levar menos maionese)

fio de azeite

manjericão (especiaria) q.b.

coentros frescos q.b.

pimenta

* Se quiser, adicione 1 colher de chá de mostarda tipo Dijon

unnamed (40).jpg

 PREPARAÇÃO

Comece por abrir uma tampa no pão.

Retire-lhe o máximo de miolo possível e depois, parta-o em lascas porque servirá para fazer tostas. Reserve.

Num fio de azeite, leve numa frigideira ao lume os dentes de alho e as cebolas picadas. Assim que começarem a dourar junte as linguiças partidas em pedacinhos pequenos e deixe cozinhar 1 ou 2 minutos. Acrescente o bechamel e a maionese e mexa bem. Se optar pela mostarda, é agora que a deve introduzir. Tempere com pimenta a gosto. Depois, adicione os queijos e incorpore tudo muito bem, quando começarem a derreter, polvilhe bem com as ervas picadas e retire do lume. Recheie o pão com este preparado e tape com a tampa feita de pão.

Disponha num pirex, rodeado das lascas de pão. Cubra com papel de alumínio. Leve ao forno por 15 minutos. Depois, retire o papel de alumínio e volte a levar ao forno até o pão lhe parecer estaladiço! E está prontinho a comer!

NOTA: Tem bastante recheio, pelo que o pão deve ser grandinho.

Autoria e outros dados (tags, etc)

por Bom Garfo

Quarta-feira, 11.05.16

Alheira à Brás

IMG_7029.JPG

IMG_7033.JPG

 

Como sabem, adoro alheiras. Acho-as saborosas e prácticas. Quando era criança, costumava comê-las sempre da mesma forma: fritas, acompanhadas de grelos e batata cozida. Era assim que a minha avó transmontana as confeccionava. E essas eram sempre caseiras! Por aqui, nos restaurantes, a maioria das vezes encontramos alheiras fritas com batata frita e ovo estrelado... Mas existem mais um sem número de pratos que podemos fazer com elas, desde empadão a açorda... até alheira à brás!

Alheira à brás é um prato delicioso que serve bastantes pessoas e de forma económica... Esta receita dá, à vontade, para 4 pessoas. Dará até para 5 se não forem muito comilonas:)

IMG_7032.JPG

 INGREDIENTES

2 alheiras de caça

300 gr de batata palha

7 ovos grandes

um fio de azeite

um fio de leite

2 dentes de alho

1 cebola grandinha

sal e pimenta q.b.

coentros frescos q.b.

IMG_7030.JPG

 

PREPARAÇÃO

Bata os ovos com um fio de leite e tempere-os com sal, pimenta e bastantes coentros picados. Reserve.

Numa frigideira grande, leve ao lume, num fio de azeite, os alhos picados e a cebola cortada em meias luas. Deixe semi-alourar e acrescente as alheiras sem pele e partidas em pedaços. Frite um pouco. Com a ajuda de uma colher ou garfo de pau, vá esmigalhando as alheiras. Acrescente, aos poucos, a batata palha e envolva tudo muito bem. Cozinhe mais uns minutos, até a batata começar a amaciar. Depois, adicione os ovos e mexa.  Quando os ovos estiverem cozidos (mas sem ser em demasia, para que o preparado se mantenha macio e sem ser demasiado seco), apague o lume e polvilhe com mais coentros picados e com algumas azeitonas pretas.

Sirva com salada a acompanhar.

NOTA: Usei apenas 2 alheiras para que não ficasse com um sabor demasiado forte e enjoativo. Mas se quiser, pode fazer com 3 alheiras, mas aí aconselharia a juntar pelo menos mais um ovo (=8 ovos).

Autoria e outros dados (tags, etc)

por Bom Garfo

Sábado, 02.04.16

Risoto de presunto, espinafres e cogumelos

IMG_6881.JPG

A dispensa está meia vazia? Estou com pressa? Solução: risoto!

Este risoto é bastante económico. Com cerca de 5 a 6 euros alimenta 6 pessoas... Faz-se rapidinho e é saboroso.

IMG_6878.JPG

INGREDIENTES para 6 PESSOAS

650 gr de risoto

150 gr a 20 gr de presunto (picado em casa na picadora)

3 a 4 dentes de alho

1/3 cebola

1 alho francês grande

2 latas de cogumelos laminados

170 gr de espinafres

100 gr a 200 gr de queijo mozarela ralado

2 caldo knorr de galinha

sal, pimenta, manjericão e alecrim q.b.

azeite e vinho branco q.b.

coentros frescos q.b.

água q.b.

IMG_6882.JPG

PREPARAÇÃO

Faça um refogado com azeite, alhos picados, alho francês partido em finas rodelas e cogumelos. Deixe alourar. Junte o risoto, envolva bem e vá mexendo para que não se cole ao fundo do tacho. O risoto deve ficar assim até ganhar um aspecto mais translúcido.

De seguida, junte-lhe água quente com 2 caldos knorr diluídos, a olho... Não muita. Este risoto vai-se fazendo por etapas. Mexa e ponha a tampa. Deixe que coza mais um pouco. Vigie. Quando a água parecer quase consumida, refresque com vinho branco. Mexa. Quando o vinho evaporar, volte a regar com mais água com caldo Knorr. Acrescente sal (precisa de muito pouco), pimenta, manjericão e alecrim a gosto... Tape e deixe cozer mais um pouco.

Junte os espinafres agora, porque eles amolecem depressa.

Volte ao risoto, a água sumiu. Volte a refrescar com um pouco de vinho branco. Prove-o. Ele estará pronto quando lhe souber a cozido mas com os grãos visíveis (sem estar empapado). Portanto, repita o processo de o molhar com água e com vinho até alcançar esse ponto (o que deve suceder entre 2 a 3 vezes). Chegada essa altura, adicione o presunto previamente picado e o queijo ralado. Misture tudo. Apague o lume. Não precisa de cozer mais, queremos que fique cremoso e que o queijo pareça pastilha elástica! Polvilhe com alguns coentros frescos picados. 

Sirva imediatamente!

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

por Bom Garfo

Domingo, 16.02.14

Alheira com batata e bróculos

Adoro enchidos, embora tente comê-los com moderação.

A minha avó era transmontana e, portanto, ainda tenho família nessa região do País. Nessa região, onde os enchidos imperam:) O presunto de Chaves, as alheiras de Mirandela, o folar de carnes... hummmm. E como sabem, as alheiras são feitas no Inverno. Uma prima que lá tenho manda-me sempre alheiras entre Janeiro e Fevereiro. São óptimas! Feitas em casa, com as carnes do porco dela apenas alimentado com coisas naturais... Postas a secar no fumeiro... Nada que se compare com as que se compram por aí. Estas são as "originais" que ainda se fazem em todas as casas das aldeias transmontanas.

E apesar de hoje, por lá, também já se irem comendo fritas, acompanhadas por batatas fritas e ovo estrelado, as alheiras são habitualmente cozinhadas para acompanharem batata cozida e bróculos ou grelos. Assim, manda a tradição... E como foi a forma como me habituei a comê-las, é assim que me sabem bem!

 

INGREDIENTES

1 alheira por pessoa (ou as que comerem!)

batatas e bróculos ou grelos q.b.

azeite q.b.

 

PREPARAÇÃO

Numa panela coloque a cozer as batatatas e os legumes, em água e sal. 

Numa frigideira, com um fiozinho de azeite bem quente, leve ao lume as alheiras. Vá virando cuidadosamente, sem deixar muito tempo, para que não rebentem. Assim que fiquem com uma cor mais escurinha e brilhante, estão prontinhas!

Escorra a água das batatas e dos legumes. Sirva tudo numa travessa ou emprate.

Leve apenas o azeite para a mesa para temperar batatas e legumes.

Uma refeção bem portuguesa, deliciosa e super rápida!

Estas foram as que comemos hoje:) As outras foram guardadas no congelador, aguentam o ano todo...

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

por Bom Garfo

Bons Garfos que me visitaram

Hit Counters
HTML Hit Counter


Mais sobre mim

foto do autor


Pesquisar

Pesquisar no Blog  

calendário

Março 2017

D S T Q Q S S
1234
567891011
12131415161718
19202122232425
262728293031

Top blogs de receitas


Bons Garfos que fiz

  •  
  • APRESENTAÇÃO DA MINHA COZINHA...

  •  
  • Bolos

  •  
  • Bolos de tabuleiro

  •  
  • Doces de colher

  •  
  • Outros Doces

  •  
  • Quiches & Similares

  •  
  • Saladas

  •  
  • Entradas & Petiscos

  •  
  • Sopas

  •  
  • Carnes

  •  
  • Peixes

  •  
  • Mariscos

  •  
  • Moluscos

  •  
  • Outros pratos

  •  
  •  
  • Acompanhamentos

  •  
  • Receitas + saudáveis (menos calóricas)

  •  
  • Idéias Rápidas

  •  
  • Sugestões de decoração

  •  
  • Curiosidades sobre...

  •  
  • Para meter o garfo e a colher...

  •  
  •  
  •  
  •  
  • OUTRAS COZINHAS QUE VISITO

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  • MAIS SOBRE MIM (PINTURA)



    Bons garfos cá por casa


    My Stick Family from WiddlyTinks.com