Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]

BOM GARFO

Na minha cozinha... Simples e experimental... Colorida e divertida... Nascem sabores para degustar, para alegrar a família e os amigos... e para partilhar com quem seja Bom Garfo:)



Sexta-feira, 22.08.14

Gratinado simples de batata

Um excelente acompanhamento. O aspecto é tão delicioso que os olhos começam logo a devorá-lo.

Um pouco calórico em demasia, é certo,  mas dias não são dias... Bom para uma refeição mais especial, por exemplo...

 

INGREDIENTES

5 batatas jeitosas

1 pacote de natas

500 ml de béchamel

* se não chegar, adicione meia chávena de leite

1 ovo

noz moscada e sal q.b.

orégãos e tomilho q.b.

200 gr de queijo mozarela ralado

óleo q.b para semi-fritar as batatas

Preparação

Pré-aqueça o forno.

Descasque e corte as batatas em rodelas bem finas. Leve-as a semi-fritar em óleo bem quente.

Escorra-as bem.

Depois, disponha-as por camadas num pirex de levar ao forno. Reserve.

À parte, bata as natas, o béchamel e o ovo. Tempere esse creme com sal, noz moscada, orégãos e tomilho.

Verta o creme por cima das batatas, por forma a que fiquem cobertas. Se julgar que não vai chegar, adicione um pouco de leite. Polvilhe com o queijo e leve ao forno até gratinar (ficar douradinho por cima). Hummmmm.....

Autoria e outros dados (tags, etc)

por Bom Garfo

Segunda-feira, 18.08.14

Rolo de carne recheado

Rolo de carne... Faz-me lembrar a infância. Comia bastante em casa de uma grande amiga. Sempre que almoçava ou jantava em casa dela era rolo de carne ou "ninhos de passarinho" (bifinhos enrolados e recheados com ovos). Porquê?! Pois, não sei! Calhava!!! Hehe!

Confesso que adoro rolo de carne e que já experimentei várias receitas de rolo de carne (desde rolo recheado com fiambre e queijo a rolo recheado com alho francês) e esta (que vi na TV, com umas mini alterações) foi, sem dúvida, a minha preferida. Isso, até porque foi a que tornou mais fácil o tempero exacto e a consistência também demonstrou ser do meu agrado completo...

Tem um certo toque americano, na minha opinião... E é... Bem, experimentem e depois digam de vossa justiça:)

INGREDIENTES

1100 / 1200 kg de carne de vaca picada

150gr de bacon (no original era pedacinhos de presunto mas eu não tinha em casa)

200 gr de queijo flamengo fatiado

2 cebolas 

5 ou 6 dentes de alho

2 colheres de sopa de açúcar mascavado

1 pacote de natas (200 ou 250 ml)

2 colheres de sopa de caldo Knorr de galinha em pó (no original eram 2 colheres de cebola desidratada)

1/2 chávena de pão ralado (cerca de 120gr)

2 ovos

azeite q.b.

sal e pimenta q.b.

cebolinho fresco picado q.b. (acrescentei)

vinho branco q.b. (facultativo)

 

PREPARAÇÃO

Pré-aqueça o forno.

Comece por caramelizar as cebolas numa frigideira, picadas, com o açúcar e um fio de azeite. Assim que as veja caramelizadas, escorra e reserve.

Numa taça grande, coloque a carne, os dentes de alho picados, o caldo knorr em pó, sal, pimenta e os ovos. Amasse. Experimente adicionar, primeiro,  1/3 do pacote de natas. Vá amassando por forma a misturar tudo. Acrescente o pão ralado. Veja a consistência, se achar que não está bem ligado, ponha mais um pouco de natas (mas aviso que não necessita de mais do que meio pacote ao todo no máximo, em princípio). Por fim, junte o cebolinho picado (também podem ser coentros). Amasse mais. 

Estenda uma folha de papel vegetal, polvilhe com pão ralado.

Coloque a massa de carne, em forma de rectângulo. Estique-a bem. Coloque fatias de queijo por cima. Eu coloco cerca de 2 de cada vez. Ou seja, faço uma camada dupla de fatias de queijo. Atenção, que precisa de reservar um espaço sem recheio na borda, para depois enrolar.

Por cima do queijo, disponha pedacinhos de bacon cortados às tirinhas ou cubinhos... ou pedacinhos de presunto. Por último, salpique com as cebolas caramelizadas.

Enrole, com a ajuda do papel vegetal.

Coloque o rolo num tabuleiro ou pirex de levar ao forno. No espaço livre verta as restantes natas. Leve ao forno, a uma temperatura de cerca de 180Cº, por cerca de 50 ou 55 minutos. De vez em quando regue com as próprias natas e se quiser refresque-o com um pouco de vinho branco.

Delicioso!

Acompanhe com o que mais gostar (arroz, batatas...)... Acompanhei com um gratinado de batata. Mais tarde, deixarei a receita do gratinado de batata.

 

  

NOTA: Rende imenso, fica um rolo enorme!!!!!!

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

por Bom Garfo

Sábado, 16.08.14

Cheesecake de limão

Ora aqui está uma receita ideal para sobremesa de Verão. Vulgar (vê-se bastante por aí, com algumas diferenças mas vai dar no mesmo) mas saborosa.

Uma espécie de semi-frio ou de cheesecake de limão!

Prometo que é docinha, fresquinha e rápida de fazer (sem contar com o tempo que tem que ficar no frio)!

 

INGREDIENTES

1 pacote de bolacha maria

150 gr de manteiga

1 lata e meia de leite condensado (normal, não é cozido)

5 folhas de gelatina

sumo de 2 limões pequenos

1 embalagem de queijo mascarpone (250 gr)

meia embalagem de queijo Philadelfia (125 gr)

PREPARAÇÃO

Triturar as bolachas e juntar-lhes a manteiga derretida (clarinha). Amassar bem e forrar com este preparado o fundo de uma tarteira.

Entretanto, parta as folhas de gelatina e dissolva-as em água quente.  No fim, pode levá-las ao micro-ondas para ajudar a que se dissolvam completamente.

Numa tigela, bata os queijos creme com o leite condensado. Acrescente o sumo dos limões. Bata bem. Junte as folhas de gelatina e misture tudo.

Verta o preparado por cima da bolacha que forra a tarteira.

Leve ao frigorífico, pelo menos 3 horas. Pode acelerar o processo se levar ao congelador 1 hora... Eu nunca consigo, nunca tenho espaço:(

E está pronto!

Mas no dia seguinte ainda está melhor, mais rijinho!!!!

Autoria e outros dados (tags, etc)

por Bom Garfo

Quarta-feira, 06.08.14

Tarte de maçã à minha moda

Esta tarte de maçã lembra-me sempre a minha infância, a minha adolescência... as minhas festas de anos, as festas de anos dos meus primos...  Era a mãe deles que a fazia... Fê-la anos a fio mas um dia que lhe perguntei a receita confessou-me que depois deixou de a fazer e a perdeu... Assim, por tentativas de aproximação (puxando pelo sabor da memória e acrescentando alguma imaginação) cheguei à tarte que aqui vos apresento. Assim, desde há alguns anos que a faço... E, para mim, é a melhor tarte de maçã... hummmmm:)

 

INGREDIENTES

1 massa quebrada de compra

8 a 10 maçãs reineta

1 limão

1 lata e meia (ou 2) de leite condensado cozido (conforme o tamanho da tarteira)

1 colher de sopa de canela

1 colher de sobremesa de cacau em pó

1 colher de sopa mal cheia de farinha maisena

canela e açúcar q.b para polvilhar

PREPARAÇÃO

Pré-aquecer o forno.

Descascar as maçãs reinetas e partir cada uma em 4 partes. Reservar cerca de 9 partes para enfeitar a tarte. Cozer as restantes, em água.

Com as reservadas, partir finas fatias para um pratinho, depois polvilhar com açúcar e canela e espremer 1 limão para cima delas. Misturar tudo. O sumo de limão ajudará a que as fatias de maçã não escureçam enquanto esperam.

Enquanto as maçãs cozem, forre a tarteira com a massa e com a ajuda de um garfo pique todo o fundo.

Depois de cozidas, retire do lume e escorra as maçãs. Acrescente o leite condensado e bata com a batedeira. Adicione a canela e o cacau e mexa. Por fim, a farinha maisena e volte a envolver tudo muito bem. Leve ao lume, uns minutos, vá mexendo. A ideia é que o preparado ganhe um pouco mais de consistência e que os sabores se fundam.

De seguida, verta o preparado sobre a massa na tarteira. Decore, por cima, com as fatias das maçãs. Apare o excesso de massa dos lados, cortando-a à altura do enchimento da tarte.

Leve ao forno. Assim, que parecer douradinha e vir que a massa está cozida, retire. Deixe arrefecer.

Hum, o sabor a maçã, canela e leite condensado.... muito bom! 

Autoria e outros dados (tags, etc)

por Bom Garfo

Terça-feira, 05.08.14

Empada gigante de bacalhau

Cá em casa, é um facto, somos grandes apreciadores de empadas e quiches. Mais ainda no Verão, uma vez que se podem fazer com antecedência e rapidamente, com o auxílio de uma salada, se transformam numa refeição saborosa, leve e prática!

Mas há que variar...

Ora, assim sendo, desta vez a empada é de bacalhau e legumes... Deliciosa, cremosa e excelente para colocar a criançada a comer legumes de uma forma diferente.

 

INGREDIENTES

2 embalagens de massa folhada de compra (usei das do Pingo Doce)

500 gr de bacalhau desfiado e demolhado congelado

2 alhos franceses grandes

3 dentes de alho picados

1 pacote de bróculos congelados (Pingo Doce)

2 mãos de cenoura ralada

2 mãos de azeitonas pretas cortadas às rodelas (usei das de frasco Pingo Doce que já se compram cortadas)

250 ml de béchamel

1 embalagem de queijo creme (Philadelfia)

1 colher de sobremesa de mostarda Dijon

oregãos e pimenta a gosto

cebolinho e coentros frescos a gosto

1 caldo knorr de galinha (vai bem em todo o lado)

1 colher de sobremesa de manteiga (Matinal magra, a cá de casa)

1 ovo para pincelar

PREPARAÇÃO

Cozi o bacalhau e os bróculos ao vapor. Reservei.

Numa frigideira funda, levei ao lume a colher de manteiga, os alhos franceses cortados às rodelas finas, os alhos picados, a cenoura ralada e o caldo knorr a alourar. Juntei, a mostarda. Mexi. Acrescentei o queijo creme e fui envolvendo tudo até estar dissolvido. Adicionei o béchamel e temperei com orégãos e pimenta. Depois, as azeitonas... Mexi bem. Por fim, polvilhei com cebolinho e coentros frescos e voltei a mexer.

À parte, havia forrado uma tarteira com uma das massas folhadas. Piquei o fundo com 1 garfo. Verti, de seguida, o preparado de bacalhau sobre a massa. Com a segunda massa folhada fiz uma espécie de tampa, tapei, portanto, a empada. Unindo as duas massas folhadas. Furei com o garfo a parte de cima, tal como havia feito com a parte de baixo.

Pincelei com ovo e levei ao forno pré-aquecido. Quando a massa folhada ficou com a habitual consistência de massa folhada, retirei do forno. Deixei arrefecer até ficar morna e desenformei... Prontinha!

Autoria e outros dados (tags, etc)

por Bom Garfo

Segunda-feira, 04.08.14

Quiche de abóbora, queijo e salsichas

Ora aqui está uma quiche diferente de todas as outras! E aconselho vivamente!!!! Diferente por 2 razões principais: não é redonda (é rectangular) e a massa é uma espécie de bolo/torta de abóbora só que salgada... Deliciosa! 

Rende bastante (fica bem grande), pode rechear-se com o que nos apetecer (ou seja, dá para variar imenso) e - para mim - no dia seguinte ainda sabe melhor!

Cá em casa fez as delícias de todos, desde os crescidos aos miúdos:)

INGREDIENTES

Para a massa:

1 kg de abóbora crua descascada

2 chávenas de chá de leite (sendo que cada chávena leva cerca de 240 ml)

2 chávenas de óleo

5 ovos

2 caldos knorr de galinha

3, 75 chávenas de chá de farinha

1 colher de sopa não muito cheia de fermento

gengibre, noz moscada a gosto

cebolinho fresco a gosto

Para o recheio:

200 gr de fatias de queijpo mozarella

200 gr de queijo mozarella ralado (1 pacote)

2 latas de salsichas de cocktail (aquelas miniatura)

70 gr de tirinhas de bacon

2 mãos cheias de azeitonas pretas cortadas às rodelas (frascos do Pingo Doce já com elas cortadinhas!)

 

PREPARAÇÃO

Coza previamente a abóbora, cortada em pedacinhos, com os caldos de galinha. Escorra-a. Reserve.

Num recipiente, bata os ovos com o leite e o óleo. Aos poucos, vá adicionando a farinha e o fermento. Junte a abóbora e mexa bem. Polvilhe com o gengibre, a noz moscada e o cebolinho picadinho. Bata tudo.

Unte um tabuleiro com manteiga, forre-o com papel vegetal e volte a untá-lo. Verta metade da massa. Diponha por cima as fatias de queijo, o queijo ralado; depois, as salsichas picadas, as tirinhas de bacon e as azeitonas. Cubra com a restante massa. Leve ao forno. Assim que estiver dourada, mas fofinha, desligue o forno. Deixe arrefecer um pouco, desenforme.

Se quiser, sirva como jantar, acompanhada com salada... ou então sirva aos quadradinhos numa festa ou num pic nic.... 

 

NOTA

Da próxima vez, hei-de publicar aqui a receita com recheio de frango.... hummmmmmmm:)

Autoria e outros dados (tags, etc)

por Bom Garfo

Sábado, 02.08.14

Torta de côco húmida

Esta torta é super rápida, super fofa, super húmida... deliciosa para quem gosta de côco!

Cá por casa só os graúdos gostam... as crianças não são muito adeptas de côco. Mas, na verdade, esta é uma torta bem grande que serve lindamente uma mesa de festa ou faz bem honra de sobremesa numa refeição partilhada com diversos convidados.

INGREDIENTES

6 ovos

400 gr de açúcar

200 gr de côco ralado (use, cerca de 160 gr na massa da torta e reserve o resto para polvilhar)

100 gr de manteiga derretida (usei Vaqueiro)

PREPARAÇÃO 

Bata os ovos com o açúcar e depois com a manteiga derretida. De seguida, adicione o côco e volte a mexer bem.

Unte um tabuleiro (rectangular e grandinho) com manteiga e forre-o com papel vegetal igualmente untado com manteiga. Verta nele o preparado da torta e leve ao forno. Vigie, mas é rápido. Não deixe secar demasido a massa, para que fique húmida!

Deixe arrefecer um pouco mas não completamente, se não será difícil enrolar a torta sem que a massa se quebre!!!!

Desenrole-a em cima de papel vegetal polvilhado com côco ralado e coloque, com cuidado, a torta na travessa de servir. Se quiser, polvilhe ainda mais com um pouco de côco após a torta ter arrefecido totalmente... Hummmm....

Autoria e outros dados (tags, etc)

por Bom Garfo

Sábado, 02.08.14

Camarões cozidos

 

Cozer camarão é fácil, não tem qualquer dificuldade. Porém, lembro-me de que na primeira vez que o fiz ter pensado "quanto tempo? e com que tempero?". Assim, aqui fica uma ideia de como cozer camarão. E camarão cozido, apenas acompanhado com uma maionese, é delicioso. Dá uma excelente entrada e/ou se tiver mais petiscos um lanche ajantarado...

 

INGREDIENTES

1 kg de camarão

1 cebola

2 dentes de alho

1 folha de louro

1 colher de sopa de tabasco

1 limão

sal e pimenta q.b.

 

PREPARAÇÃO

Coza o camarão em água a ferver, com bastante sal e todos os ingredientes. (à excepção do limão), cerca de 3 a 4 minutos.

Retire e arrefeça com água fria com gelo. Depois, junte-lhes o sumo de limão.

Na travessa, enfeite com rodelas de limão e umas folhinhas de coentros ou salsa, se quiser. Também pode servir com maionese à parte:)

Autoria e outros dados (tags, etc)

por Bom Garfo

Bons Garfos que me visitaram

Hit Counters
HTML Hit Counter


Mais sobre mim

foto do autor


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

Pesquisar no Blog  

Top blogs de receitas


Bons Garfos que fiz

  •  
  • APRESENTAÇÃO DA MINHA COZINHA...

  •  
  • Bolos

  •  
  • Bolos de tabuleiro

  •  
  • Doces de colher

  •  
  • Outros Doces

  •  
  • Quiches & Similares

  •  
  • Saladas

  •  
  • Entradas & Petiscos

  •  
  • Sopas

  •  
  • Carnes

  •  
  • Peixes

  •  
  • Mariscos

  •  
  • Moluscos

  •  
  • Outros pratos

  •  
  •  
  • Acompanhamentos

  •  
  • Receitas + saudáveis (menos calóricas)

  •  
  • Idéias Rápidas

  •  
  • Sugestões de decoração

  •  
  •  
  • Curiosidades sobre...

  •  
  •  
  • Para meter o garfo e a colher...

  •  
  •  
  • Utensílios de Cozinha

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  • OUTRAS COZINHAS QUE VISITO

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  • MAIS SOBRE MIM (PINTURA)



    Bons garfos cá por casa


    My Stick Family from WiddlyTinks.com