Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

BOM GARFO

Na minha cozinha... Simples e experimental... Colorida e divertida... Nascem sabores para degustar, para alegrar a família e os amigos... e para partilhar com quem seja Bom Garfo:)

BOM GARFO

Na minha cozinha... Simples e experimental... Colorida e divertida... Nascem sabores para degustar, para alegrar a família e os amigos... e para partilhar com quem seja Bom Garfo:)

02
Ago14

Camarões cozidos

Bom Garfo

 

Cozer camarão é fácil, não tem qualquer dificuldade. Porém, lembro-me de que na primeira vez que o fiz ter pensado "quanto tempo? e com que tempero?". Assim, aqui fica uma ideia de como cozer camarão. E camarão cozido, apenas acompanhado com uma maionese, é delicioso. Dá uma excelente entrada e/ou se tiver mais petiscos um lanche ajantarado...

 

INGREDIENTES

1 kg de camarão

1 cebola

2 dentes de alho

1 folha de louro

1 colher de sopa de tabasco

1 limão

sal e pimenta q.b.

 

PREPARAÇÃO

Coza o camarão em água a ferver, com bastante sal e todos os ingredientes. (à excepção do limão), cerca de 3 a 4 minutos.

Retire e arrefeça com água fria com gelo. Depois, junte-lhes o sumo de limão.

Na travessa, enfeite com rodelas de limão e umas folhinhas de coentros ou salsa, se quiser. Também pode servir com maionese à parte:)

30
Jun14

Arroz de gambas

Bom Garfo

 

Este é o meu arroz de marisco, na realidade. É que o que mais gosto são mesmo as gambas, portanto... 

É fácil e super saboroso. A única parte mais aborrecida é a de descascar as gambas... Mas, no final, vale bem a pena!

O truque é deixá-lo molhadinho e refrescante...

 

INGREDIENTES para 6 PESSOAS

1,100 ou 1,200 kg de camarão (uso daquele já cozido que se compra na peixaria do Pingo Doce ou do Continente)

3 chávenas de chá de arroz (uso Cigala agulha)

10 a 11 chávenas de chá de água

1 pacote de sopa/creme de marisco Knorr

1 caldo de galinha knorr

1/3 de pimento vermelho

1 pacote de polpa de tomate (200 ml, uso Guloso)

1 colher de chá de ketchup (facultativo)

1 cebola

4 dentes de alho

orégãos, manjericão, pimenta, sal q.b.

azeite q.b.

coentros frescos q.b.

 

PREPARAÇÃO

Comece por descascar todos os camarões (ou gambas) e parta-os em 2 a 3 pedaços cada um. Reserve. Se desejar, para decorar no final, pode guardar meia dúzia inteiros.

Faça um refogado com azeite, cebola picada, alhos picados, pimento picado e deixe alourar. Junte o preparado do pacote da sopa, mexa bem. Não se preocupe que não faz grumos. Adicione logo um pouco de água quente. Mexa bem. Acrescente o arroz e mexa. Deixe-o ganhar, durante 1 a 2 minutos, aquele sabor intenso. Junte as chávenas de água todas. Tempere e tape. Quando estiver a meio da cozedura, adicione a polpa de tomate, misture e volte a tapar. Vá cozendo em lume brando. Mal esteja cozido mas com os grãos bem soltinhos, rectifique o tempero e polvilhe com muitos coentros frescos. Deve estar super molhado! Só agora, acrescente as gambas/camarões, pois já eram cozidos e não desejamos que cozam mais e fiquem demasiado moles.

Sirva! E delicie-se... :)

 

03
Abr14

Bacalhau com gambas e maionese

Bom Garfo

 

Que dizer? Bem, adoro bacalhau, gambas e acho que legumes com batata palha e béchamel também são uma delícia... Maionese? Hummmm... Que tal juntar tudo e ver no que dá? Pois, foi o que pensei... Exactamente, desta vez, não pensei em nada "light"... Fui até descuidada mas soube muito bem! Também dá um excelente prato para servir num jantar com convidados... 

 

INGREDIENTES para 7 a 8 PESSOAS

5 lombos de bacalhau (cerca de 1kg)

2 bacotes e meio de batata palha (500 gr)

600 ml de béchamel

1 caixa de queijo creme Philadelfia (200 ml)

3 pequenas couves coração de boi

2 cenouras

1/4 de pimento vermelho

1 cebola e meia

5 dentes de alho

250/300 gr de camarão/gambas

1 frasco de maionese (400 ml, usei da Calvé)

sal, noz moscada, orégãos, pimenta branca e azeite q.b.

1 caldo knorr de galinha

coentros frescos

PREPARAÇÃO

Coza as gambas ou compre-as já cozidas. Descasque-as e reserve.

Coza o bacalhau. Limpe-o de pele e espinhas e desfie em lascas. Reserve.

Coza as couves, cortadas em quartos. Escorra e reserve.

Leve uma frigideira ao lume com azeite e aloure 3 dentes de alho picados,  1 cebola picada e o pimento picado. Junte o bacalhau e envolva. Adicione uma pitada de sal e 2 ou 3 de pimenta. Mexa muito bem. Deixe cozinhar um pouco, até que o bacalhau fique bem perfumado, mas sem excessos de azeite. Polvilhe com alguns (não muitos) coentros frescos e orégãos e reserve. Noutra frigideira, leve ao lume em azeite 2 dentes de alho picados, meia cebola picada e o caldo knorr. Rale as cenouras directamente para dentro dela. Corte, igual e directamente para dentro da frigideira, as couves previamente cozidas em pedaços pequenos. Misture tudo e deixe amaciar. Acrescente o béchamel e o queijo creme. Tempere com noz moscada e 1 pitada de sal. Deixe dissolver bem. Passe o preparado para um tacho grande e junte a batata palha. Envolva tudo.

De seguida, verta metade deste preparado no pirex de ir ao forno. Cubra com a camada de bacalhau. Enfeite com as gambas e sobreponha outra camada do preparado de legumes e batata. Pincele generosamente com maionese e leve ao forno a gratinar. Acompanhe, depois, com salada. 

   

29
Mar14

Quadrados folhados de camarão e bróculos

Bom Garfo

 

Esta é mais uma versão dos quadrados folhados, desta vez com camarão. Como já tinha dito, quando aqui publiquei a receita dos quadrados folhados de pescada, esta receita tanto serve como entrada/petisco como refeição. Tudo depende se lhes acrescenta algum acompanhamento ou não. E como acompanhamento posso sugerir um arroz branco, ou um arroz com algum legume (como ervilha ou cenoura) ou apenas um simples esparregado de espinafres. Estes quadrados são muito vistosos, dá gosto olhar para eles... e são saborosos!

INGREDIENTES para 6 QUADRADOS

6 folhas quadradas de massa folhada fresca de compra (usei a do Pingo Doce)

24 camarões grandinhos (4 por cada quadrado)

1 embalagem de bróculos congelados (das pequenas)

4 dentes de alho

1 colher de sopa de manteiga (uso Matinal Magra)

1/2 embalagem de queijo creme Philadelfia (= 100 gr)

200 ml de béchamel

1 caldo knorr de galinha

sal, gengibre, pimenta, açafrão e caril q.b. (só 1 a 2 pitadas)

cebolinho fresco

coentros frescos

3 colheres de sopa de vinho branco 

1 ovo (para pincelar)

  

  

PREPARAÇÃO

Preparar a massa tal como indica na embalagem. Coloquei 2 quadrados de massa folhada (com os respectivos papéis vegetais que já traziam e pincelados com ovo) de cada vez num pirex (porque não gosto de usar o tabuleiro do próprio forno) e levei ao forno pré-aquecido. Levei 2 a 2. Cada vez demorou cerca de 10 minutos.

Descasquei os camarões (que comprei já cozidos) e reservei.

Cozi levemente os bróculos em água com sal, apenas uma "entaladela". Escorri-os e reservei.

Numa frigideira, levei ao lume com a manteiga, o caldo knorr e os alhos picados. Deixei alourar e adicionei o vinho branco. Passado 1 minuto, juntei os camarões. Temperei com 1 pitada de gengibre, 2 de caril, 2 de açafrão e 2 de pimenta. Mexi bem. Deixei fritar uns 2 a 3 minutos. Retirei os camarões da frigideira, coloquei num prato. Reservei. Na mesma frigideira, ainda com os alhos e todo o tempero que lá tinha ficado dos camarões, salteei os bróculos, durante 5 ou 6 minutos. Retirei-os ainda rijinhos e com aquela cor bem verdinha! Reservei-os, num pratinho também. De seguida, ainda na mesma frigideira, coloquei o queijo e o béchamel. Deixei que se dissolvessem e fundissem num creme homogéneo, que polvilhei com cebolinho fresco picado. Retirei do lume e reservei.

Agora, a facílima montagem: barrar cada quadrado com 1 a 2 colheres de sopa do creme, dispôr por cima 4 camarões e enfeitar com bróculos. Sapicar com mais creme e polvilhar com (poucos) coentros frescos picados. Obviamente, repetir a operação em todos os quadrados...

Aconselho, se for para efeito de prato principal, a servir morno. É mais agradável:)

 

DICA: Se quiser tornar a receita ainda menos calórica, use queijo creme light ou elimine-o simplesmente da receita:)

19
Mar14

Caril de camarão

Bom Garfo

 

Sempre gostei de caril. Caril de frango, caril de camarão... E cá por casa, a família aprecia, desde que não seja um caril muito picante. E, apesar de tudo, julgo que o caril de camarão é melhor um pouco mais picante do que o de frango. Portanto, estava eu a dizer, que sempre comemos caril (seja de frango ou de camarão) de vez em quando, mas agora passámos a comer mais vezes, porque a filhota mais nova adora. É o prato favorito da miúda, que tem uns gostos culinários extremamente exóticos (e em alguns casos, até refinados) para a tenra idade...

 

INGREDIENTES para 6 a 7 PESSOAS

1, 100 a 1,200 Kgs de gambas

50 gr de caril em pó (= 1 pacote grande da Margão)

4 pitadas de pimenta

4 pitadas de açafrão

2 pitadas de orégãos

1 pitada de gengibre

1 caldo knorr de galinha

sal e azeite q.b

1/2 cebola

2 dentes de alho

400 ou 600 ml de leite de coco (é cerca de 1 lata ou de lata e meia)

200 ml de natas (1 pacote pequeno)

1 copo de leite normal (se só usarem 400 ml de leite de côco)

1 raminho de coentros frescos

 

PREPARAÇÃO

Usei camarão já cozido, pelo que foi só descascá-lo e parti-lo em 2 ou 3 pedaços cada. E reservei.

Num tacho, forrado com algum azeite, levei ao lume a cebola picada, os alhos picados, o caldo Knorr e deixei alourar. Juntei o leite de côco e misturei bem. Acrescentei o açafrão e envolvi. De seguida, aos poucos, deiteo o pó de caril e mexi muito bem para que não ganhe grumos. Acrescentei a pimenta (provem, entre cada pitada, para que fique a vosso gosto. Cá por casa não gostamos muito de coisas bastante picantes...). Juntei o gengibre e os orégãos. É importante mexer bem entre cada adição de especiarias. Depois, acrescentei as natas e achei que precisava de uma pitada de sal.  Voltei a mexer muito bem, por forma a obter um creme homogéneo. Polvilhei com bastantes coentros (os coentros refrescam muito o sabor). No fim, juntei os camarões ou gambas. Só no fim, para que não voltem a cozer e fiquem cozidos demais! Misturei. Provei e rectifiquei o tempero. Servi de imediato acompanhado com arroz branco simples e bem solto e com bróculos. Os bróculos são dos legumes que melhor casam com caril! 

 

DICA: O caril pretende-se molhadinho, não deixem engrossar demais o leite e as natas. Aliás, o processo da confecção do molho desde que ele vai ao lume é bem rápido!

 

11
Fev14

Açorda de gambas da padeira

Bom Garfo

 

Sempre fui louca por açorda de gambas, desde miúda! Em minha casa não era costume fazer-se. A minha avó fazia açorda simples para acompanhar com carapaus fritos, de vez em quando. Prato que também gosto, mas que não é o mesmo. Então, um dia, casada há pouco tempo, lembrei-me de tentar fazer açorda de gambas. Já nem me recordo bem mas sei que comprei as gambas e fui à padaria para comprar pão para fazer a bendita açorda. Na época, devo ter pensado "vou inventar", "logo vejo como sai"! Mas em conversa com a senhora da padaria, contei-lhe que ia fazer açorda de gambas e ela disse-me como fazer. Fiz, saiu bem. Gostei. Ele também. E a receita ficou! Já passaram alguns 14 anos e ainda a fazemos :)

 

INGREDIENTES para 6 PESSOAS

1 pão fatiado tipo alentejano ou de Rio Maior (gosto de usar o de Rio Maior grande e fatiado do Pingo Doce) - caso não tenham também podem usar umas 4 ou 5 bolas (convém que o pão tenha alguma consistência e não seja insonso ou adocicado. O pão que usarem fará toda a diferença)

1 kg de camarão 60/80 já cozido

2 gemas de ovo

4 a 5 dentes de alho esmagados e partidos em bocados ou picados

1 caldo knorr de galinha

1 raminho generoso de coentros

sal, azeite e polpa de tomate q.b

 

PREPARAÇÃO

Como uso camarão cozido, apenas tenho que descascá-lo, parti-lo ao meio e reservar. Contudo, guarde alguns inteiros para enfeitar! Mas se preferirem usar camarão por cozer, pois, obviamente que terão que o cozer em água e sal e se gostarem com um pouco de limão durante 2 ou 3 minutos. Nesse caso, guardem a água da cozedura. Depois, claro que o procedimento será o mesmo.

Começo por colocar um fio de azeite num tacho e juntar-lhe os alhos e o caldo knorr. Estarão a perguntar "caldo de galinha na açorda de camarão?" ?! Sim! E acreditem que é bem mais saboroso que o caldo knorr de marisco! Alourar só um pouquinho. Quanto ao pão, esse parto-o previamente em pedaços pequenos e só uso metade das côdeas (não gosto de uma açorda demasiado grossa e como a quantidade é razoável, acho mais prático assim). Coloco-o no tacho, envolvo bem no azeite e nos alhos e adiciono água quente. Com um garfo de pau vou mexendo bem, ajudando a esmagar o pão... A água? É a olho, pois depende muito do pão... Costumo ir adicionando aos poucos, quando vejo que é necessário. Ou seja, quando vejo que o pão já a absorveu toda e ainda não o tenho na consistência macia que desejo. Chegado a esse ponto, rectifique o tempero adicionando um pouco de sal e junte 1 ou 2 colheres de sopa de polpa de tomate. Não queremos a açorda a saber a tomate, apenas queremos que ela ganhe uma corzinha mais bonita (ainda mais se a estiver a cozinhar com camarão já cozido e nem pôde aproveitar a água da cozedura). De seguida, pique bastantes coentros e mexa. Junte as gambas (costumo cortá-las ao meio, rende mais e é mais simpático encontrar mais pedaços). Apague o lume assim que veja que as gambas apanharam o calor da açorda, se não começarão a cozer e ficarão moles demais.

Há quem só adicione as gemas na mesa, mas gosto de o fazer logo na cozinha. Acrescente as gemas e incorpore-as energicamente para que não cozam. As gemas conferem uma textura mais aveludada, uma corzinha e brilho à açorda. Enfeite com aqueles camarões inteiros que reservou e sirva!

Bom apetite.

 

NOTA: Costumo enfeitar a açorda em forma de flor com um camarão inteiro por pessoa, mas quando me lembrei de tirar a foto já tinha começado a servir o prato dos miúdos:)

Bons Garfos que me visitaram

Hit Counters
HTML Hit Counter

Mais sobre mim

foto do autor

Top blogs de receitas

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

Links

  •  
  • APRESENTAÇÃO DA MINHA COZINHA...

  •  
  • Bolos

  •  
  • Bolos de tabuleiro

  •  
  • Doces de colher

  •  
  • Outros Doces

  •  
  • Quiches & Similares

  •  
  • Saladas

  •  
  • Entradas & Petiscos

  •  
  • Sopas

  •  
  • Carnes

  •  
  • Peixes

  •  
  • Mariscos

  •  
  • Moluscos

  •  
  • Outros pratos

  •  
  •  
  • Acompanhamentos

  •  
  • Receitas + saudáveis (menos calóricas)

  •  
  • Idéias Rápidas

  •  
  • Sugestões de decoração

  •  
  •  
  • Curiosidades sobre...

  •  
  •  
  • Para meter o garfo e a colher...

  •  
  •  
  • Utensílios de Cozinha & Mesa

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  • OUTRAS COZINHAS QUE VISITO

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  • MAIS SOBRE MIM (PINTURA)

    Arquivo

    1. 2019
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    14. 2018
    15. J
    16. F
    17. M
    18. A
    19. M
    20. J
    21. J
    22. A
    23. S
    24. O
    25. N
    26. D
    27. 2017
    28. J
    29. F
    30. M
    31. A
    32. M
    33. J
    34. J
    35. A
    36. S
    37. O
    38. N
    39. D
    40. 2016
    41. J
    42. F
    43. M
    44. A
    45. M
    46. J
    47. J
    48. A
    49. S
    50. O
    51. N
    52. D
    53. 2015
    54. J
    55. F
    56. M
    57. A
    58. M
    59. J
    60. J
    61. A
    62. S
    63. O
    64. N
    65. D
    66. 2014
    67. J
    68. F
    69. M
    70. A
    71. M
    72. J
    73. J
    74. A
    75. S
    76. O
    77. N
    78. D

    Bons garfos cá por casa


    My Stick Family from WiddlyTinks.com