Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

BOM GARFO

Na minha cozinha... Simples e experimental... Colorida e divertida... Nascem sabores para degustar, para alegrar a família e os amigos... e para partilhar com quem seja Bom Garfo:)

BOM GARFO

Na minha cozinha... Simples e experimental... Colorida e divertida... Nascem sabores para degustar, para alegrar a família e os amigos... e para partilhar com quem seja Bom Garfo:)

16
Jan17

Sopa de Natal

Bom Garfo

IMG_7911.JPG

Por acaso, foi na semana a seguir ao Natal que encontrei a receita desta sopa maravilhosa que não comia há 13 anos... desde o Natal de 2003, o último em que tive a alegria de contar com a presença da minha querida avó... que nos deixou um mês e meio depois... Que saudades! Da minha avó e da sopa! Desde 1980 (ainda eu nem sabia ler ou escrever) que esta sopa entrou para a nossa ementa de Natal e desde aí que a minha avó a passou a fazer religiosamente. E só a fazia mesmo no dia 24, para a Consoada. E a dita sopa ganhou assim um lugar de destaque na nossa mesa, porque ansiávamos por ela todo o ano. Virou tradição. Não tive tempo de escrever a receita e esta assim desapareceu... Encontrei-a em casa da minha avó e dos meus padrinhos, perdida nos confins de uma gaveta, há pouco tempo. Não descansei enquanto não a experimentei! E lá comprovei o que pensava: tratava-se realmente da nossa saudosa "sopa de Natal"... Mesmo!

Que sabor bom, que memórias fantásticas... e, de uma certa forma, sinto-me como se tivesse "recuperado" mais um bocadinho da minha avó!

Foi aprovadíssima pelas minhas três crianças, que nunca tinham tido o prazer de a saborear.  Agora, só mesmo em Dezembro é que a voltarei a fazer, para dar continuidade à nossa peculiar tradição.

Esta nossa sopa de Natal é, por assim dizer, uma sopa de Inverno, branca, bonita à vista, e rica. Na minha opinião, é uma excelente sopa para uma ocasião especial, uma festa... e não tanto para o dia-a-dia, até porque não é muito light... e acho-a tão deliciosa que não a quero vulgarizar. Pretendo restituir-lhe o "lugar" que era dela...

IMG_7913.JPG

 INGREDIENTES

3 nabos jeitosos

3 boas batatas

2 alhos franceses

1,5 litros de água

1 caldo knorr de galinha

75 gr de manteiga

2 gemas de ovo

1 pacotinho de natas (=200 ml)

sal q.b,

IMG_7912.JPG

PREPARAÇÃO

Leve uma panela a lume brando com as partes claras dos alhos franceses partidas em rodelas finas (reserve as partes mais escuras), os nabos partidos em pequenos cubos e a manteiga também partida em pedacinhos. Tape e deixe "alourar" por cerca de 3 minutos, até a manteiga estar completamente derretida e os legumes terem cor de que começaram a cozinhar. De seguida, junte as batatas (partidas em rodelas razoavelmente finas), misture bem e deixe cozinhar mais uns 2 minutos. Acrescente, então, a água e o caldo Knorr. Coza aproximadamente por 35 minutos. Depois, desligue o lume e passe a sopa com a varinha mágica.

À parte, bata numa tigela as gemas com as natas. E corte as partes verdes escuras dos alhos franceses (que tinham ficado reservadas) em fios finos, como se fosse a couve para o caldo verde.

Volte a ligar o lume à sopa e incorpore-lhe a mistura das gemas com as natas. Mexa bem. Rectifique o sal e adicione os fios de alho francês. Cozinhe até voltar a levantar fervura. Está pronta! 

NOTA: Se, por acaso, não tiver as partes verdes escuras dos alhos franceses, pode substituir por 200 ou 250 gr de espinafres cortados em tiras fininhas e alguns coentros, por exemplo. Também fica boa, embora a versão original, para mim, seja a melhor:)

13
Mar14

Farrapeira (ou Roupa Velha)

Bom Garfo

 

Por norma, na maior parte das vezes, não tenho grandes sobras. Isso, porque já conheço os apetites dos bons garfos cá de casa e consigo calcular bem as quantidades. Quando sobra alguma coisa é porque assim o fiz propositadamente. Ou para dar para algum almoço para 2 deles ou porque é algo que gostam muito e se aguenta em condições saborosas para um jantar. Mas há uma coisa que faço sempre: quando há bacalhau cozido com todos, costumo cozinhar umas postas ou lombos a mais, tal como os restantes ingredientes, para depois poder confeccionar a deliciosa Farrapeira (para outros, Roupa Velha). Até acho que gosto mais da Farrapeira do que do bacalhau cozido do dia!!!! Claro que cada um faz bacalhau acompanhado do que quiser, eu gosto de ter: bacalhau, couves, cenouras, bróculos, grão, batatas e ovo cozido (quando não tenho também grelos). Então, aqui fica a dica para aproveitarem este género de sobras...

 

INGREDIENTES (não vou colocar quantidades porque faz-se com sobras e cada um faz com o que tiver)

bacalhau cozido

ovos cozidos

batatas cozidas

cenouras cozidas

bróculos cozidos

couve cozida

grelos cozidos

grão cozido

dentes de alho (gosto de bastantes)

pelo menos meia cebola picada

coentros frescos

 

PREPARAÇÃO

Primeiro, retire a pele e desfie o bacalhau cozido em lascas e reserve. Depois, corte as cenouras e os ovos às rodelas e os restantes legumes (couve, bróculos, batatas, grelos) em bocados e adicione o grão. Reserve.

Numa frigideira, leve ao lume azeite com alhos e cebola picados. Deixe alourar e adicione o bacalhau e os restantes ingredientes, envolva bem tudo, para que ganhe aquele gostinho do refogado. Assim que esteja quente, polvilhe com alguns coentros picados e está prontinho a servir. Acompanhe com azeitonas pretas. É delicioso...

 

DICA

Se conseguir ter as quantidades dos diferentes ingredientes mais ou menos proporcionais, fica mais saboroso. Por exemplo, é bem melhor se tiver uma certa quantidade de bacalhau e batatas, cenouras e couves em proporção, em vez de ter imensas batatas e pouco do resto... E abuse do alho no azeite, é isso que lhe vai conferir aquele saborzinho perfumado tão característico deste prato tipicamente português. 

 

28
Jan14

Bolo Inglês

Bom Garfo

Esta é uma receita que se faz há muitas décadas na minha família. Quem a começou a fazer foi a minha madrinha, pela altura do Natal. 

Como a madrinha agora está com quase 93 anos sou eu que faço o bolo. Nunca falha na nossa mesa natalícia nem na do fim de ano. Pessoalmente, acho que é o bolo inglês com a massa mais saborosa que comi. Quando era criança não gostava por causa das frutas cristalizadas e julgo que a maioria das crianças não o aprecia muito por causa disso mesmo. Portanto, também já o fiz uma ou outra vez sem as frutas e só com os frutos secos e os filhotes aprovaram. Mas igualzinho ao que aqui está (receita completa) costuma fazer as delícias dos mais graúdos:)

 

INGREDIENTES

350 g de farinha

350 g de açúcar

5 ovos

1 colher de chá de fermento

1 cálice e meio de vinho do Porto

125 g de manteiga (qualquer serve, desde a Vaqueiro à Matinal magra)

350 g de frutas cristalizadas + nozes + amêndoas torradas + pinhões (facultativo) * Uso frutas cristalizadas já aos quadradinhos Pingo Doce e depois aquelas maiores para a decoração.

 

 

PREPARAÇÃO

Bater o açúcar com a manteiga previamente derretida. Ir juntando alternadamente os ovos e a farinha (com o fermento adicionado). Depois, acrescentar o vinho do Porto. Por último, adicionar as frutas (reservando algumas para a decoração do bolo) e envolver tudo muito bem.

Convém ter o forno aquecido e uma forma rectangular previamente untada com manteiga e forrada com papel vegetal (igualmente untado com manteiga).

De seguida, verter na forma e levar ao forno.

Para decorar o bolo sem que as frutas se afundem terão que o fazer mais ou menos a meio da cozedura. Mas atenção, porque se deixarem passar muito tempo, o bolo ficará cozido e a decoração apenas será assente mas sem ficar presa... É uma questão de sensibilidade:)

O tempo de cozedura irá depender do forno de cada um... Mas é fazer o teste do palito. 

 

DICA

Para que as frutas (as cristalizadas e as secas) que se vão juntar à massa do bolo não fiquem todas em baixo e sim distribuídas harmoniosamente por todo o bolo (desde a base até ao topo) passem-nas por água morna (assim sai o excesso de açúcar), enxuguem num pano, deitem num prato e polvilhem com um pouco de farinha. Não exagerar na farinha para que isso não faça o bolo pesado. Este bolo bem feito é muito fofo.

 

 

 

 

Bons Garfos que me visitaram

Hit Counters
HTML Hit Counter

Mais sobre mim

foto do autor

Top blogs de receitas

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

Links

  •  
  • APRESENTAÇÃO DA MINHA COZINHA...

  •  
  • Bolos

  •  
  • Bolos de tabuleiro

  •  
  • Doces de colher

  •  
  • Outros Doces

  •  
  • Quiches & Similares

  •  
  • Saladas

  •  
  • Entradas & Petiscos

  •  
  • Sopas

  •  
  • Carnes

  •  
  • Peixes

  •  
  • Mariscos

  •  
  • Moluscos

  •  
  • Outros pratos

  •  
  •  
  • Acompanhamentos

  •  
  • Receitas + saudáveis (menos calóricas)

  •  
  • Idéias Rápidas

  •  
  • Sugestões de decoração

  •  
  •  
  • Curiosidades sobre...

  •  
  •  
  • Para meter o garfo e a colher...

  •  
  •  
  • Utensílios de Cozinha & Mesa

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  • OUTRAS COZINHAS QUE VISITO

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  • MAIS SOBRE MIM (PINTURA)

    Arquivo

    1. 2019
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    14. 2018
    15. J
    16. F
    17. M
    18. A
    19. M
    20. J
    21. J
    22. A
    23. S
    24. O
    25. N
    26. D
    27. 2017
    28. J
    29. F
    30. M
    31. A
    32. M
    33. J
    34. J
    35. A
    36. S
    37. O
    38. N
    39. D
    40. 2016
    41. J
    42. F
    43. M
    44. A
    45. M
    46. J
    47. J
    48. A
    49. S
    50. O
    51. N
    52. D
    53. 2015
    54. J
    55. F
    56. M
    57. A
    58. M
    59. J
    60. J
    61. A
    62. S
    63. O
    64. N
    65. D
    66. 2014
    67. J
    68. F
    69. M
    70. A
    71. M
    72. J
    73. J
    74. A
    75. S
    76. O
    77. N
    78. D

    Bons garfos cá por casa


    My Stick Family from WiddlyTinks.com